Notícias
Fique por dentro das novidades
Já conhece nossas Soluções de Tecnologia para sua Empresa ? Clique aqui
Ferramentas do Google serão usadas em escolas estaduais de SP

As ferramentas do Google serão, a partir de 2014, usadas nas escolas estaduais de São Paulo e todos os 230 mil professores da rede serão capacitados para usar essas tecnologias.

O anúncio foi feito no dia 24 de novembro pelo governador Geraldo Alckmin, em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, no Morumbi, na zona sul, quase um mês após o Estado lançar outra parceria com a Microsoft para oferecer gratuitamente programas do pacote Office para todos os estudantes das escolas estaduais a partir do 1º semestre de 2014.

Desta vez, o governo firmou uma parceria com o Google para obter gratuitamente um pacote personalizado da suíte Google Apps para Educação - que contém o Docs, o Gmail, o calendário, o Google+ (a rede social do Google), videoconferências via hangout, entre outros produtos.

A expectativa é de atender a todos os 4,3 milhões de alunos e treinar todos os docentes da rede pela Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Professores (Efap).

A plataforma é a mesma que existe hoje para os usuários do Google, mas terá um formato fechado para a Secretaria Estadual de Educação, que fará o gerenciamento dos aplicativos e do conteúdo. Nessa suíte, por exemplo, os alunos terão e-mails com capacidade de 25 GB e acesso à rede social específica da secretaria - a versão gratuita do e-mail permite 1 GB. Eles também poderão compartilhar arquivos por meio do Google Drive de até 25 GB - na versão grátis, são 10 GB -, além de fazer trabalhos simultaneamente nos mesmos arquivos, ter tutoria dos professores e assistir a aulas ao vivo pelos hangouts.

Essas aulas online, contudo, não substituirão as presenciais e não serão obrigatórias. "Funcionarão como um complemento da formação dos alunos", informou a Subsecretária de Educação, Rosania Morroni.

Para o governador, a parceria vai deixar a rede estadual "mais colaborativa na rede". "As aulas vão sair dos muros das escolas", afirmou.

Mundo

Essa parceria com o Google não é inédita. Em outros países, como nos Estados Unidos e Malásia, universidades e escolas já usam os pacotes da empresa voltados para a educação. "Foi a utilização massiva por essas instituições nos EUA que levou o Google a formar a área de Educação", afirmou o diretor de Educação do Google Brasil, Milton Burgese.

 

Do Estadão

Deixe seu comentário

Ops, ocorreu um erro!
Olhe os campos que estão vazios ou inválidos:

Preview do seu comentário

Seu Nome

Data de Postagem

Este é seu Comentário.